Curso

Curso de Graduação Letras (Francês) - Modalidade Presencial

por Portal ILEEL
Publicado: 04/07/2018 - 08:28
Última modificação: 20/05/2022 - 13:54
Sobre o curso: 

Apresentação

O Curso de Graduação Letras: Francês e Literaturas de Língua Francesa é uma das diversas graduações ofertadas pelo Instituto de Letras e Linguística – ILEEL. Em linhas gerais, o Curso de Graduação em Letras: Francês e Literaturas de Língua Francesa da Universidade Federal de Uberlândia, oferece uma formação que desenvolve em todo professor egresso desta Universidade, características de sujeito reflexivo, intelectualmente independente, questionador e aberto às inovações, bem como uma sólida formação científico pedagógica nesta área específica, aliada a uma consistente formação humana e cultural.
O Curso de Graduação em Letras existe na Universidade Federal de Uberlândia desde 1960, quando foi criada a então Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Uberlândia. O reconhecimento do curso se deu pelo Decreto nº 53.477, de 23 de janeiro de 1964. Ao longo de sua história, o ILEEL vem se consolidando na formação de profissionais de ensino e de pesquisa na área de Letras, inicialmente voltada para as línguas Portuguesa, Inglesa e Francesa e, mais recentemente, para a língua Espanhola, para a Tradução e para a língua Portuguesa com domínio de Libras.

Com objetivo de atender às demandas do mercado de trabalho contemporâneo, globalizado e informatizado, e de formar um profissional de Letras com compreensão crítica das condições de uso e adequação da língua em diferentes situações de comunicação, o Colegiado do Curso de Letras propôs um novo currículo, cuja implementação teve início no primeiro semestre de 2008 para as línguas portuguesa, inglesa e francesa, visando à formação de um profissional com domínio teórico e crítico de cada uma dessas línguas e suas respectivas literaturas.

Em 2017, o Curso de Graduação em Letras da UFU, antes organizado em quatro habilitações distintas, foi separado em quatro novas graduações, cada um com sua identidade, estruturas administrativas independentes, configurando uma independência e, ao mesmo tempo, um diálogo constante entre os outros cursos igualmente criados. Seguindo este contexto, ficou estabelecido o Curso de Graduação Letras: Francês e Literaturas de Língua Francesa.

Princípios e fundamentos

Visando a uma coerência com o momento atual, considerando o perfil da região em que está inserida a Universidade Federal de Uberlândia e observando o disposto nas Diretrizes Curriculares para os Cursos de Letras, busca-se, nesse curso, implementar políticas para a melhoria da qualidade do ensino em nossa instituição. Isso será viabilizado pela efetivação de propostas curriculares consequentes e sustentadas por concepções pedagógicas, valores acadêmicos e práticas que possibilitem ao futuro profissional afrontar, de modo congruente, a atual realidade com suas mutações e desafios constantes, inclusive o desenvolvimento científico-tecnológico. Em decorrência, o Curso de Graduação em Letras Francês e Literaturas de Língua Francesa da Universidade Federal de Uberlândia buscará preparar o futuro profissional não só para enfrentar um contexto sócio-histórico-econômico e cultural dinâmico e competitivo, mas, sobretudo, para atuar como leitor crítico – no sentido amplo do termo – e como agente eficaz na construção da cidadania e, portanto, capaz de fazer uso da linguagem, notadamente a verbal, nas suas diferentes manifestações.

Esse curso considera, portanto, que a constituição integral de um licenciado em Letras requer uma formação clássica para a composição de um sólido repertório cultural e a contemplação dos componentes curriculares prático-pedagógicos, somados às demandas atuais, incluídas as novas tecnologias, os estudos sobre a diversidade e o prestígio da cultura e das necessidades locais. Almeja-se, portanto, um curso que possibilite o desenvolvimento da competência de refletir sobre os fatos linguísticos e literários por meio da análise, da descrição e da explicação, à luz de uma fundamentação teórica pertinente, tendo em vista a formação de enunciadores da língua.

Para atingir seu objetivo, o curso faculta ao estudante o desenvolvimento de uma visão multifacetada de mundo, de maneira que ele possa pautar suas ações baseando-se em uma percepção nítida do papel a desempenhar no seu ambiente sociocultural e, consequentemente, a se sentir como partícipe e corresponsável pela sua formação. Dessa forma, tanto seu senso crítico, sua criatividade como sua capacidade empreendedora e de iniciativa serão estimulados e desenvolvidos, melhor capacitando-o para afrontar os desafios da profissão. Ademais, o curso pretende fornecer uma sólida formação e o desenvolvimento de competências e habilidades exigidas para a atuação profissional eficaz.

Assim, os princípios que norteiam a concepção deste curso fundam-se na formação de professores de línguas e literaturas que se constituam, em primeira instância, como leitores constituídos da sociedade em que atuam, compreendendo a leitura como a constituição do indivíduo em seu universo cultural, político, histórico e linguístico. Nessa perspectiva, o indivíduo inserido na esfera social não pode desvincular a relação entre conhecimento formal acadêmico e sua relação pragmática com o cotidiano das práticas sociais. Trata-se da formação de profissionais que irão atuar como agentes de cidadania no sentido de explicitar o papel da linguagem nos processos de identificação e ação do indivíduo em seu grupo social. Não é possível dissociar a língua de sua vinculação histórico-ideológica na percepção das hierarquias sociais. Nesse sentido, a formação de professores de línguas envolve um compromisso político de uma reflexão sobre a natureza da inserção do sujeito no grupo social em que vive e de seu papel enquanto cidadão do mundo, constituído na e pela linguagem.

De modo sintético e em consonância com os princípios e missão da Universidade Federal de Uberlândia, tal como apresentados no Plano Institucional de Desenvolvimento e Expansão (PIDE) e em seu Regimento Geral, são oito os princípios que fundamentam o projeto pedagógico desse curso: (i) Qualidade de ensino, (ii) Inserção social, (iii) Indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, (iv) interdisciplinaridade como forma de propiciar o diálogo entre os conhecimentos, (v) Flexibilidade de organização curricular, (vi)  Rigoroso trato teórico-prático, histórico e metodológico no processo de elaboração e socialização dos conhecimentos, (vii) Ética como referencial para a identidade do curso e (viii) Avaliação emancipatória.

Perfil profissional do egresso

O egresso do Curso de Graduação em Letras: Francês e Literaturas de Língua Francesa da UFU, além da formação linguística, constitutiva do arcabouço teórico do professor de línguas, deverá ser um profissional que se pretende agente de cidadania no escopo de uma integração indivíduo/sociedade, permeado pela constituição do indivíduo na e pela linguagem. Esse terá o perfil de um profissional que procurará sempre uma inter-relação entre o conhecimento e sua cotidianidade social e política, entendendo sua função pedagógica não apenas como uma demonstração de competência técnica, mas, sobretudo, como uma ação político-cultural integrada ao grupo social em que vive.

Processos de avaliação da aprendizagem e do curso

O ato de avaliar é um processo contínuo e permanente com função diagnóstica, processual e classificatória e deve ser feito de maneira a possibilitar a constante reflexão sobre o processo formativo do aluno. Deve, ainda, ocorrer de tal forma que possibilite o desenvolvimento pleno do discente em suas múltiplas dimensões: humana, cognitiva, política, ética, cultural e profissional.

A avaliação não se reduz apenas à sala de aula, ela deve perpassar toda a estrutura universitária, produzindo dados e informações que alimentem os processos de gestão administrativa e acadêmica visando à melhoria do ensino. De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais, as competências profissionais a serem constituídas pelos professores em formação – no caso específico das licenciaturas – devem ser a referência para todas as formas de avaliação dos cursos, sendo estas

  • periódicas e sistemáticas, com procedimentos e processos diversificados, incluindo conteúdos trabalhados, modelo de organização, desempenho do quadro de formadores e qualidade da vinculação com escolas de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, conforme o caso;
  • feita por procedimentos internos e externos, que permitam a identificação das diferentes dimensões daquilo que for avaliado;
  • incidentes sobre processos e resultados.

A avaliação sendo, portanto, um instrumento essencial para a evolução dos padrões de qualidade da instituição e fundamentais para a realização de seus objetivos educacionais, ocorrerá nas seguintes dimensões:

a) Avaliação do alunado feita pelo corpo docente;

b) Avaliações da disciplina e respectivos professores feitas pelo corpo discente;

c) Avaliação do Curso;

d) Enade.

Nesse processo, destaca-se o papel do Núcleo Docente Estruturante (NDE) quanto à reformulação do Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Letras: Francês e Literaturas de Língua Francesa, bem como sua atribuição de acompanhamento e avaliação deste PPC.

Habilitação: 
Licenciatura
Regime acadêmico: 
Semestral com entrada anual
Turno de oferta: 
Noturno
Duração: 
4 anos
Prazo mínimo: 
4 anos
Prazo máximo: 
6 anos
Número de vagas oferecidas: 
15 vagas anuais
+55 34 3239-4124 R:4124
Secretaria
Alex Marques Silva
+55 34 3239-4124 R:4124
Endereço: 
Campus Santa Mônica - Bloco 1G - Sala 1G251
Av. João Naves de Ávila - 2121 - Bairro Santa Mônica
Uberlândia - MG - CEP 38408-144
Tópicos: